Anvisa proíbe venda e distribuição de lotes de fraldas produzidas em Anápolis

Categoria: Anvisa
Publicado em 05/12/2018
176 visualizações

 
Resolução da Anvisa publicada no Diário Oficial sobre proibição da venda de fraldas Ternura e Cegonha — Foto: ReproduçãoResolução da Anvisa publicada no Diário Oficial sobre proibição da venda de fraldas Ternura e Cegonha — Foto: Reprodução

Resolução da Anvisa publicada no Diário Oficial sobre proibição da venda de fraldas Ternura e Cegonha — Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda e a distribuição em todo o país de fraldas das marcas Ternura e Cegonha produzidas até 22 de outubro deste ano (veja lista dos modelos abaixo).

De acordo com resolução da autarquia publicada nesta terça-feira (4), a Quimpharma, empresa goiana responsável pelos produtos, não havia notificado os órgãos reguladores sobre a fabricação. Com isso, a atividade ocorria sem possibilidade de fiscalização – o que é considerado infração sanitária.

A situação foi descoberta em fiscalizações de rotina feitos a partir de testes de produtos comprados em farmácias. O G1 procurou a Quimpharma por telefone, e-mail e redes sociais entre 14h e 14h40 e aguarda retorno.

Ainda de acordo com a resolução, alertada após a identificação do problema, a empresa regularizou sua situação em 22 de outubro e notificou a Anvisa sobre a produção das fraldas. Por isso, itens fabricados após a data estão liberados.

A Quimpharma, que tem sede em Anápolis, a 55 km de Goiânia, está registrada na Receita Federal como tendo fabricação de fraldas descartáveis como atividade principal. Além disso, entre as ações secundárias estão a fabricação de absorventes higiênicos, produtos de papel para uso doméstico, cosméticos e itens de higiene pessoal. Ela existe desde 2006.

A Anvisa não informou sobre eventuais denúncias de problemas de saúde causados pelo uso da fralda. Segundo a autarquia, por causa da infração sanitária, a empresa pode sofrer desde uma notificação, interdição e mesmo multa, que pode variar entre R$ 2 mil e R$ 1,5 milhão.

Quem quiser fazer denúncias sobre venda irregular de produtos pode ligar para a Central de Atendimento da Anvisa (0800 642 9782) ou entrar em contato com a ouvidoria da autarquia.

 

Modelos proibidos 

 

  • Fralda Ternura Econômica (todos os tamanhos) produzida até 22 de outubro de 2018;
  • Fralda Ternura Regular (todos os tamanhos) produzida até 22 de outubro de 2018;
  • Fralda Ternura Jumbo (todos os tamanhos) produzida até 22 de outubro de 2018;
  • Fralda Ternura Adulto (todos os tamanhos) produzida até 22 de outubro de 2018;
  • Fralda Cegonha Econômica (todos os tamanhos) produzida até 22 de outubro de 2018;
  • Fralda Cegonha Regular (todos os tamanhos) produzida até 22 de outubro de 2018;
  • Fralda Cegonha Mega (todos os tamanhos) produzida até 22 de outubro de 2018.

FONTE

Aviso: Os textos e conteúdos são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do About Me.

Confira as últimas notícias